Cruzeiro não sai do 0 contra o Brusque em regressiva para jogo no DF

0

Jogando fora de casa, o Cruzeiro não saiu do 0 contra o Brusque. Apesar do resultado, conquistado fora de casa, o clube mineiro continua com ampla vantagem na liderança da série B: são oito pontos à frente do Vasco, segundo colocado. Em agosto, a Raposa enfrenta a Chapecoense na Arena BRB Mané Garrincha no sábado (13/8) às 16h30.

O empate ficou de bom tamanho para o Cruzeiro, que viu o árbitro marcar um pênalti, já nos acréscimos do segundo tempo, para o Brusque. Gabriel Taliari até marcou o gol, mas o VAR viu dois toques na cobrança e anulou o que seria o gol da vitória do time catarinense.

Raposa no DF

O Metrópoles traz para a Capital Federal o jogo entre Cruzeiro e Chapecoense, válido pela 24ª rodada da Série B, na Arena BRB Mané Garrincha. A partida está marcada para sábado (13/8) às 16h30.

Os ingressos para a partida já estão sendo comercializados. Para maiores informações sobre preços e pontos de venda, acesse este link.

Primeiro tempo

O jogo começou com as duas equipes em cima, buscando abrir o placar logo no início do jogo. A primeira grande oportunidade foi aos 17 minutos, quando Rafael Potiguar, do Brusque, chutou forte de longe e Rafael Cabral segurou bem a bola. Aos 31, foi a vez de Fernandinho levar perigo à Raposa. Após falta cobrada por Airton, o atacante subiu mais que a marcação, mas testou para fora.

A grande chance dos donos da casa foi aos 40 minutos. Alex Sandro fez bela jogada pela esquerda e rola para Álvaro. O meia, de dentro da área, chutou forte para o gol, mas a bola foi no meio do gol e Rafael fez boa defesa. Alex assutsou novamente aos 41, ao cabecear um cruzamento para fora, e aos 43.

A grande chance do Cruzeiro veio somente aos 44, com Bruno Rodrigues. Após receber de Edu, o atacante limpou a marcação, escolheu o canto e chutou. A bola ainda desviou na marcação e Jordan precisou fazer uma grande defesa.

Segundo Tempo

Assim como terminou os primeiros 45 minutos, a Raposa foi para cima e teve uma boa chance logo aos dois minutos. Bidu fez boa jogada, levou a marcação para o meio e chutou firme. A bola, entretanto, ficou fácil para Jordan.

A resposta do Brusque veio aos oito, com Alex Ruan. O atacante recebeu no meio, levou para a perna esquerda e chutou para o gol. Rafael Cabral só observou a bola sair por cima do gol. O arqueiro, entretanto, precisou se esticar para evitar que a bola chegasse limpa a Alex Sandro, que estava pronto para balançar as redes após cruzamento da direita.

O Brusque continuou em cima e teve grandes chances de marcar. Entretanto, o Cruzeiro contava com Rafael Cabral, a zaga, que estava bem atenta para evitar que a bola entrasse no gol e a sorte. Rodolfo Potiguar, Fernandinho e Patrick tiveram grandes chances de marcar. A bola do jogo veio aos 46 minutos, quando o árbitro viu um toque na mão de Oliveira dentro da área.

Gabriel Taliari foi para a bola e até marcou o gol. Porém, o atacante escorregou e o gol foi anulado pelo VAR, por ter visto dois toques na jogada. O clube catarinense reclamou muito, mas nada foi feito e o jogo terminou em 0 x 0.

O post Cruzeiro não sai do 0 contra o Brusque em regressiva para jogo no DF apareceu primeiro em Metrópoles.