5G chega a São Paulo nesta quinta e deve cobrir 25% da área urbana

0

Os moradores de São Paulo recebem, a partir desta quinta-feira (4/8), o sinal do 5G. As prestadoras que adquiriram a faixa de 3,5 GHz na licitação feita no ano passado poderão ativar estações com a tecnologia. A área de cobertura, neste primeiro momento, deverá ser de 25% da área urbana da capital.

No Centro Histórico, na região da Avenida Paulista e no Itaim Bibi, haverá a maior concentração de antenas. Já os bairros da Aclimação, da Mooca e do Brás, por exemplo, terão cobertura menor no início do processo.

Entenda o que é a tecnologia 5G e saiba como ela pode afetar sua vida


0

 

Segundo as regras do edital, seriam necessárias, no mínimo, 462 estações ativadas até o dia 29 de setembro. No entanto, até essa terça-feira (2/8), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já havia recebido 1.378 pedidos de licenciamento na faixa de 3,5 GHz, quase o triplo do total de antenas que deverão ser instaladas no município neste ano.

De acordo com a Anatel, o número de pedidos de licenciamento de estações para a ativação do 5G standalone na cidade de São Paulo representa cerca de 30% do total de estações atualmente ativas (4.592), o que permitiu ao Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi) estimar a cobertura em 25% da área urbana de São Paulo, uma vez que a propagação na faixa do 3,5 GHz é menor.

Ainda segundo a agência, foram instalados equipamentos para evitar interferências em 226 estações do Serviço Fixo por Satélite (FSS) e realizados testes para confirmar a operação livre de interferências.

No dia 29 de julho, João Pessoa (PB), Porto Alegre (RS) e Belo Horizonte (MG) receberam o sinal do 5G puro (standalone). Brasília foi a primeira capital a ser beneficiada com a nova teconologia, que chegou à capital do país em 6 de julho de 2022.

O 5G promete ao usuário maior velocidade de conexão à internet, menos latência e menor gasto de bateria dos aparelhos conectados. Ao todo, 61 modelos de smartphones das marcas Apple, Samsung, Asus, Motorola, Nokia, TCL, Xiaomi e Positivo são compatíveis com a tecnologia.

O post 5G chega a São Paulo nesta quinta e deve cobrir 25% da área urbana apareceu primeiro em Metrópoles.