Diário Oficial oficializa saída de Danilo Dupas do Inep

0

Danilo Dupas, oficialmente, não é mais presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Na última quarta-feira (27/7), ele havia pedido demissão, anunciada pelo ministro da Educação, Victor Godoy.

Nesta segunda-feira (1º/8), o Diário Oficial da União traz a saída de Dupas, a pedido. Ele estava no posto desde fevereiro de 2021. E deixa o cargo a quatro meses do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previsto para novembro. Segundo Godoy, ele pediu demissão por “motivos pessoais”.

Dupas, quinto presidente do Inep na gestão Jair Bolsonaro, foi denunciado supostos “desvios éticos e assédio moral” pela Associação de Servidores do Inep (Assinep) em novembro de 2021. Entretanto, em junho deste ano, a Comissão de Ética Pública (CEP) arquivou a investigação por “ausência de materialidade”.

O próprio Inep enfrenta uma crise por causa de episódios relacionados a problemas na divulgação das notas do Enem, repetição de questões de edições anteriores da prova e atraso na licitação para contratar empresa responsável pela aplicação do exame, entre outros.

O diretor Carlos Moreno desempenha a função de presidente interino da instituição. Servidor de carreira do Ministério da Educação há 37 anos, Moreno é mestre em estatística pela Universidade de Brasília (UnB). Segundo Godoy, o funcionário já ocupou “diversas funções no Inep e conhece profundamente os processos, as avaliações e os exames da autarquia”.

O post Diário Oficial oficializa saída de Danilo Dupas do Inep apareceu primeiro em Metrópoles.