Limite de crédito para trabalhador celetista chega a 40% após mudanças

0

Os trabalhadores do setor privado regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), os chamados celetistas, tiveram o percentual que pode ser comprometido mensalmente com empréstimos aumentado. O índice subiu de 35% para 40%.

Desses 40%, cinco pontos percentuais destinam-se a despesas e saques com o cartão de crédito. A autorização consta na Medida Provisória (MP) nº 1.132, publicada nesta quinta-feira (4/8).

A MP também aumenta aumenta para 40% o valor máximo de crédito consignado para servidores públicos federais, com desconto em folha de pagamento.

Na mesma esteira, o governo federal aumentou para 45% o limite de crédito consignado para aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Antes, o percentual máximo que poderia ser comprometido era de 40%.

Na prática, o consignado é a parte da renda mensal que pode ser comprometida com o pagamento da parcela do empréstimo.

O post Limite de crédito para trabalhador celetista chega a 40% após mudanças apareceu primeiro em Metrópoles.