Mãe de Leandro Lo pede que governador de SP exonere policial militar

0

Em vídeo que circula nas redes sociais, a mãe do lutador Leandro Lo, assassinado no último domingo (7/8) durante um show do grupo Pixote, no Planalto Paulista, zona sul de São Paulo, pediu ao governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), que exonere o policial militar preso pelo homicídio.

O policial militar Henrique Otávio de Oliveira Veloso está detido no presídio militar Romão Gomes e deve responder por homicídio doloso por motivo fútil.

“Esse rapaz não merece ser da Polícia Militar. Além de tudo ainda foi para a boate e para um motel, caracterizando-se em um psicopata. […] Eu gostaria muito de justiça. Por favor, tira ele da polícia militar. É um pedido de uma mãe. O senhor, como pai, se coloca no meu lugar”, afirmou Fátima Lo.

Instantes depois de tirar a vida do campeão mundial de jiu-jitsu, o PM foi a uma outra boate e passou a noite em um motel, acompanhado.

Imagens de câmeras de segurança divulgadas nesse sábado (13/8) pelo SP2, da TV Globo, mostram Veloso na recepção de uma boate em Moema, também na Zona Sul da capital paulista. De acordo com o que foi anotado na comanda do militar, ele consumiu uma garrafa de uísque, duas águas de coco, duas latas de energético e duas doses de gin, totalizando gastos de R$ 1,6 mil.

Ao sair, por volta das 5h30, ele se dirigiu a um motel nas proximidades, acompanhado por uma mulher que, segundo o delegado à frente do caso, é uma garota de programa. Eles só saíram do local no dia seguinte, às 16h26.


Publicidade do parceiro Metrópoles


0

O post Mãe de Leandro Lo pede que governador de SP exonere policial militar apareceu primeiro em Metrópoles.