Pontão do Lago Sul pode ser renomeado em homenagem a Gilberto Amaral

0

Um projeto de lei apresentado nesta terça-feira (3/8) na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) busca mudar o nome do Pontão do Lago Sul para Espaço Gilberto Amaral. A proposta é do presidente da Casa, Rafael Prudente (MDB).

Segundo argumenta o deputado na justificação, a iniciativa é uma homenagem ao colunista social mais antigo do país, que faleceu no mês passado em Brasília.

Ele estava hospitalizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do DF Star, na Asa Sul, após sofrer uma queda em casa, e precisou passar por uma cirurgia.

Trajetória de Gilberto Amaral

Mineiro, com carreira no rádio e na televisão, Gilberto Amaral chegou a Brasília dias antes da inauguração para ajudar na “epopeia” da mudança da capital. Ele deixou três filhos, Rodrigo, Bernardete e Marcelo; e a esposa, Mara, com quem foi casado por mais de seis décadas.

Como colunista, circulou nos eventos mais prestigiados do DF e se tornou amigo de vários presidentes da República – teve Juscelino Kubitschek como padrinho de casamento, estabeleceu amizade com Costa e Silva, passou feriados na fazenda de Collor e conheceu todos os mandatários da nação desde 1959.

Ele esteve presente em alguns dos momentos determinantes para a história do país e do mundo. Conviveu com os militares, conheceu Rússia e Japão a trabalho e teve até um bate-papo com a rainha da Inglaterra, quando ela visitou Brasília e recebeu jornalistas para o tradicional beija mão.

Gilberto com a esposa, Mara, e os filhos, Rodrigo, Bernardete e Marcelo Amaral

Até os 84 anos permaneceu ativo com três programas na televisão, colunas sociais em dois veículos impressos e um blog. Em março de 2021, passou o bastão de sua coluna homônima no Jornal de Brasília para a colaboradora Lia Dinorah.

Gilberto Amaral com o ex-presidente da República José Sarney

O post Pontão do Lago Sul pode ser renomeado em homenagem a Gilberto Amaral apareceu primeiro em Metrópoles.