PR: presidente de torcida morre após ser pisoteado por cavalo da PM

0

O presidente da torcida organizada Fúria Independente, do Paraná Clube, Mauro Machado Urbim, morreu na madrugada desta terça-feira (2/7), após ser pisoteado por um cavalo da Polícia Militar no intervalo do jogo entre o Tricolor e FC Cascavel, pela Série D, no sábado (30/7).

O torcedor estava internado em estado grave no Hospital do Trabalhador, em Curitiba, mas não resistiu. A informação foi divulgada por integrantes da torcida organizada.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Torcida Fúria Independente (@tfi1995)

“A sua morte nos pegou de surpresa e o levou de nós repentinamente, deixando uma grande dor e uma grande reflexão. Maurinho teve papel fundamental no diálogo dentro da união punho colado, se hoje a união está de pé, o motivo é o empenho deste amigo, sempre procurando a união”, diz nota divulgada nas redes sociais da torcida.

O caso

Segundo a Polícia Militar, cerca de 80 torcedores tentaram invadir um local reservado para torcedores do time visitante no intervalo do jogo. Para impedir o confronto, a PM entrou em ação com a cavalaria. A organizada nega qualquer tipo de tumulto.

Em nota, a PM informou que, ao constatarem que dois torcedores estavam caídos, foi prestado socorro imediato. Uma sindicância será instaurada para apurar o ocorrido.

A torcida Fúria Independente afirmou que não havia nenhum tipo de tumulto ou briga no momento do ocorrido.

“Sem qualquer necessidade, de forma truculenta e covarde, a Polícia Militar, com o seu Regimento de Polícia Montada, pisoteou o nosso presidente Mauro Machado Urbim. Em momento algum houve confusão. Ou seja, nada justifica a ação violenta e criminosa da PM. Além de que, nada justificaria atropelar com um cavalo e pisotear a cabeça de qualquer cidadão”, diz a nota.

O post PR: presidente de torcida morre após ser pisoteado por cavalo da PM apareceu primeiro em Metrópoles.