Rio: polícia investiga morte do marido de diplomata alemão

0

Rio de Janeiro – A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a morte do belga Walter Henri Maximillen Biot, que era casado com o diplomata alemão Uwe Herbert Hahn.

A perícia esteve no apartamento do casal em Ipanema neste sábado (6/8). A ocorrência foi registrada na 14ª DP (Leblon).

Biot foi encontrado por um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em parada cardiorrespiratória e com lesões no corpo na noite dessa sexta-feira (5/8). O belga tinha um ferimento na cabeça e outro nas nádegas, segundo o G1.


0

Mal súbito

O socorro foi chamado pelo diplomata alemão, que atua no Consulado da Alemanha no Rio de Janeiro. Uwe relatou que o marido teve um mal súbito por volta das 20h e caiu no chão.

De acordo com o alemão, o marido “tomava pastilhas para dormir” e “bebia muito”. Walter completaria 53 anos no próximo sábado (13/8).

Juntos há 20 anos, o casal morava em uma cobertura em Ipanema e possuía passaporte diplomático.

O post Rio: polícia investiga morte do marido de diplomata alemão apareceu primeiro em Metrópoles.