A estratégia do PT para lidar com Simone Tebet até o dia 2

0

O PT tem tratado com todo o cuidado da relação com Simone Tebet nesta reta final da campanha.

Alguns petistas sugeriram que a senadora fosse procurada e que se tentasse convencê-la a abrir mão da candidatura, oferecendo-lhe um ministério de peso em troca. Mas Lula não autorizou o movimento.

O receio de Lula é que, ofendida, Tebet se afastasse dele num eventual segundo turno. A senadora já sinalizou que o apoiará contra Bolsonaro, em diferentes ocasiões, um gesto que talvez seja o único dos derrotados no primeiro turno.

O post A estratégia do PT para lidar com Simone Tebet até o dia 2 apareceu primeiro em Metrópoles.