Ciro critica “esquerda caviar”: “Presta desserviço mortal ao Brasil”

0

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, participou de sabatina no Programa do Ratinho desta segunda-feira (19/9). Enquanto falava sobre o enfrentamento do crime organizado no Rio de Janeiro, criticou o que chamou de “esquerda caviar do Rio de Janeiro, que presta um desserviço mortal ao Rio e ao Brasil”.

O pedetista defendia o combate federal das facções criminosas, apontando a incapacidade da polícia local de resolver o problema. De acordo com Ciro, o policial que mora na periferia “faz um pacto de não agressão com a facção criminosa ou o terror vai tomar conta, então ele vai relativizando”.

“Ele acha: Olha, vou combater aqui o narcotráfico quando eu sei que o burguês lá da Zona Sul do Rio [de Janeiro], falando de combater o fascismo, tá cheirando cocaína desbragadamente e nunca houve uma batida policial nos apartamentos da esquerda caviar do Rio de Janeiro, que presta um desserviço mortal ao Rio e ao Brasil”, afirmou.

Ciro também criticou teceu críticas ao Partido dos Trabalhadores (PT): “O PT, se você deixar, bate sua carteira, virou uma organização criminosa”.

O candidato também mencionou o encontro promovido nesta segunda por Lula junto a outros ex-candidatos à Presidência. Ciro afirmou que a reunião juntou a “ultraesquerda brasileira” do PSol ao economista Henrique Meirelles. “Desse mato não sai cachorro, isso é um total conchavo sob ponto de vista do modelo econômico”, definiu.

O post Ciro critica “esquerda caviar”: “Presta desserviço mortal ao Brasil” apareceu primeiro em Metrópoles.