Colégio esquecido por Tarcísio fica a 450 m de seu domicílio declarado

0

O colégio esquecido pelo candidato ao governo de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) e onde ele vai votar no próximo dia 2 de outubro fica a 450 metros do domicílio declarado por ele à Justiça Eleitoral, na cidade de São José dos Campos (SP). Segundo o Google Maps, o trajeto entre a residência do ex-ministro e o local de votação é estimado em cinco minutos a pé.

Segundo informações disponíveis no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcísio vai votar na Escola Carlos Saloni, localizada no mesmo bairro do domicílio eleitoral escolhido por ele: um prédio na Vila Ema, que é uma das áreas mais nobres de São José dos Campos.

No registro apresentado ao TSE, Tarcísio diz residir no local desde janeiro deste ano.


0

Questionado em uma entrevista à TV Vanguarda, afiliada da TV Globo, sobre onde irá votar, Tarcísio demonstrou desconhecimento e respondeu: “Ah, é um colégio”.

“Tenho um vínculo afetivo [com São José dos Campos], frequentei muito durante um período da minha vida. Acho que é o local mais lógico para estabelecer o domicílio eleitoral”, afirmou Tarcísio.

Na sequência, após ser perguntado sobre o bairro onde irá votar, o ex-ministro disse que o local “fugiu à cabeça”.

Veja o momento:

O ex-ministro da Infraestrutura nasceu no Rio de Janeiro, mas foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) como nome a ser lançado à disputa em São Paulo.

Tarcísio morava em Brasília e transferiu seu título de eleitor em setembro de 2021, após declarar endereço em São José dos Campos, no interior paulista, onde alega ter familiares residindo há mais de 20 anos. A Justiça Eleitoral exige uma residência mínima de três meses no novo domicílio eleitoral.

Missão dada por Bolsonaro

A mudança de domicílio eleitoral chegou a ser alvo do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, a pedido do PMB, que alegava fraude no processo.

O post Colégio esquecido por Tarcísio fica a 450 m de seu domicílio declarado apareceu primeiro em Metrópoles.