PF conclui inquérito sobre morte de homem asfixiado em viatura da PRF

0

A Polícia Federal (PF) conclui o inquérito sobre a morte de Genivaldo de Jesus Santos, morto asfixiado em uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante uma abordagem no município de Umbaúba, em Sergipe. Os policiais envolvidos na ação foram indiciados por abuso de autoridade e homicídio qualificado (asfixia e sem possibilitar meios de defesa).

Durante a investigação, a PF ouviu testemunhas, investigados, realizou perícias e laudos. O resultado do inquérito foi encaminhado ao Ministério Público Federal nesta segunda-feira (26/9), que vai analisar as providências em relação aos envolvidos.

Os servidores que assinam o boletim de ocorrência da abordagem a Genivaldo são Clenilson José dos Santos, Paulo Rodolpho Lima Nascimento, Adeilton dos Santos Nunes, William de Barros Noia e Kleber Nascimento Freitas. Eles trabalhavam no Comando de Operações Especiais da PRF em Sergipe, ainda segundo o documento.

Relembre o caso

Genivaldo morreu durante uma abordagem de policiais rodoviários federais na BR-101, em Umbaúba (SE), no dia 25 de maio, depois de ter sido trancado no porta-malas de uma viatura da PRF e submetido à inalação de gás lacrimogêneo.

A certidão de óbito entregue pelo IML à família no dia seguinte à morte apontou asfixia e insuficiência respiratória. Segundo o boletim de ocorrência, o homem foi abordado por estar conduzindo uma motocicleta sem capacete.

O post PF conclui inquérito sobre morte de homem asfixiado em viatura da PRF apareceu primeiro em Metrópoles.