Polícia acha cheque de R$ 500 mil com diretor do Detran de São Paulo

0

A Polícia Civil de Bauru (SP) encontrou um cheque de R$ 500 mil na casa do diretor do Departamento de Trânsito (Detran) de São Paulo. Além do diretor, um policial militar e três desembargadores foram presos em operação que investiga fraudes em multa, documentação de veículos e emissão de carteiras de motorista.

Além do cheque, a investigação apreendeu R$ 142 mil em espécie. Os valores mostram-se discrepantes com os rendimentos do servidor, que ganha em média R$ 7 mil na função. As informações são da TV Tem.

Uma funcionária do Detran em Bauru começou a suspeitar das irregularidades no órgão depois que voltou de férias e percebeu que alterações foram feitas no sistema com o uso de suas senhas. De acordo com a apuração da polícia, o grupo criminoso cobrava de R$ 800 a R$ 7 mil para emitir documentos, alterar informações ou retirar multas.

Entre abril e agosto deste ano, segundo o delegado Glaucio Stocco, foram identificadas 1.100 ações irregulares. Um dos despachantes presos guardava, em casa, R$ 30 mil em dinheiro.

“Os servidores serão preventivamente afastados e os procedimentos de apuração seguirão os trâmites legais. O Detran esclarece ainda que em 2022 realizou 2.300 fiscalizações e 12 operações conjuntas com as forças de segurança do estado para combater ocorrências de delitos, fraudes e corrupção”, informa nota do Detran.

O post Polícia acha cheque de R$ 500 mil com diretor do Detran de São Paulo apareceu primeiro em Metrópoles.