Rússia faz referendo sobre anexação de territórios ucranianos

0

Moscou iniciou uma consulta pública nesta sexta-feira (23/9) sobre a anexação das áreas ucranianas ocupadas pelas tropas russas. O referendo é considerado ilegal por Kiev e os aliados ocidentais da Ucrânia.

De acordo com as informações divulgadas por agências de notícias da Rússia, as votações, que durarão cinco dias, ocorrem nas regiões de Donetsk e Luhansk, no leste, em Kherson e em Zaporizhzhia, no sul do país. 


Publicidade do parceiro Metrópoles 1


Publicidade do parceiro Metrópoles 2


Publicidade do parceiro Metrópoles 3


Publicidade do parceiro Metrópoles 4


Publicidade do parceiro Metrópoles 5


Publicidade do parceiro Metrópoles 6


0

A guerra ganhou novos desdobramentos após o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciar nesta semana a mobilização de 300 mil reservistas para lutar na guerra, após baixas na Ucrânia. O chefe de Estado também fez ameaças nucleares. 

 “Isso não é um blefe. E aqueles que tentam nos chantagear com armas nucleares devem saber que a direção dos ventos pode mudar e apontar para eles”, disse Putin na quarta-feira (21/9).

Não é de hoje que a Rússia faz referendos sobre a anexação de territórios conquistados. Em 2014, quando invadiu a Crimeia, Moscou fez uma consulta pública pela incorporação do território. 

A crise da Crimeia aconteceu na sequência da revolução ucraniana de 2014, quando o presidente  Viktor Yanukovych foi deposto. A sua população da região é etnicamente russa e à época se opuseram a Kiev.

O post Rússia faz referendo sobre anexação de territórios ucranianos apareceu primeiro em Metrópoles.