PF investiga grupo que mandava cocaína para Europa disfarçada de açaí

0

A Polícia Federal cumpre 22 mandados de busca e apreensão, na manhã desta quarta-feira (5/10), em residências e empresas de suspeitos de integrar grupo criminoso que levava grandes quantidades de cocaína à Europa.

As investigações começaram depois de a polícia portuguesa apreender 320kg de cocaína no país europeu, no fim de junho último. O entorpecente estava escondido em meio a uma grande carga de açaí. Além do tráfico de drogas, há suspeita de que parte dos envolvidos atuem com lavagem de dinheiro.

A ação ocorre em conjunto com a Polícia Judiciária de Portugal e o Serviço Europeu de Polícia (Europol). A Receita Federal do Brasil presta apoio à força-tarefa.

As buscas desta manhã ocorreram em Belém, Ananindeua (PA), Marituba (PA) e Barcarena (PA), cidades onde os policiais apreenderam aparelhos eletrônicos e documentos. Na capital paraense, o trabalho é acompanhado por um investigador da Polícia Judiciária de Portugal.

Três brasileiros haviam sido presos em operações anteriores e continuam detidos em um presídio de Portugal. A partir disso, a Europol entrou em cooperação com a PF e Polícia Judiciária de Portugal, para continuar as investigações e desarticular o grupo criminoso que levava droga da América do Sul à Europa.

Euterpe

A operação recebeu o nome de Euterpe, pois se trata do nome científico do açaí mais comum na região Norte do país. A referência se deu em virtude do transporte da cocaína ocorrer em meio à carga que partiu do Porto de Vila do Conde, em Barcarena.

O post PF investiga grupo que mandava cocaína para Europa disfarçada de açaí apareceu primeiro em Metrópoles.