Atos golpistas: Moraes conclui audiências e mantém na cadeia 942 dos 1.406 presos

0

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concluiu nesta sexta-feira (20/1) a análise das audiências de custódia dos presos envolvidos nos atos golpistas de 8 de janeiro. Ao todo, 942 dos 1.406 detidos tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva. Outros 464 vão responder em liberdade.

O magistrado analisou 1.459 atas de audiência para decidir quem permanece preso e quem pode responder em liberdade. Em seguida, as decisões são enviadas aos diretores do Presídio da Papuda e da Polícia Federal.

Ordem e investigações

Segundo o ministro, as prisões preventivas se justificam para a garantir a ordem pública e a efetividade das investigações. Os acusados são suspeitos dos crimes de terrorismo, associação criminosa, abolição violenta do estado democrático de direito, golpe de estado, ameaça, perseguição e incitação ao crime.

Os 335 que tiveram a liberdade provisória decretada terão que seguir uma lista de restrições, como o recolhimento noturno e aos finais de semana; a proibição de sair do país e de utilizar redes sociais; a suspensão do porte de arma de fogo e do registro de colecionador de armas de fogo, tiro desportivo e caça, para quem possui.

The post Atos golpistas: Moraes conclui audiências e mantém na cadeia 942 dos 1.406 presos first appeared on Metrópoles.