Campinas decreta estado de emergência após estragos causados por chuvas

0

São Paulo – As fortes chuvas que vêm caindo sobre o estado de São Paulo ao longo da semana deixaram estragos em diversos municípios, em especial Campinas, que decretou estado de emergência nesta sexta-feira (20/1).

A medida foi anunciada pelo prefeito Dário Saadi (Republicanos) no terceiro dia seguido de temporais que se abateram sobre a cidade e provocaram enxurradas, alagamentos, queda de árvores e de energia.

A Prefeitura divulgou que ao menos 31 famílias foram desalojadas: 20 em Mokarzel (no distrito de Sousas), 10 no Jardim Ipaussurama e uma no Jardim Satélite Íris.

“Foi infelizmente mais um recorde de chuvas em Campinas causou muitos estragos”, disse o prefeito em vídeo divulgado no Twitter.

Segundo o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), somente nos 18 primeiros dias de janeiro o município superou a média histórica do mês: foram 283 milímetros de chuva, enquanto a média é de 277,6 mm.

De acordo com o Climatempo, no temporal que caiu sobre a cidade nesta quinta (19/1) foram registradas 2.733 descargas elétricas – dos quais 2.321 foram raios.

O Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMet) da Univesidade Estadual Paulista (Unesp) explica que as chuvas que caem sobre a região este mês são fruto da atuação de uma massa de ar quente e úmido, o que favorece a formação de temporais, trovoadas e descargas elétricas.

A previsão de chuva se mantém para o final de semana, segundo o Cepagri da Unicamp, embora com menor intensidade do que os temporais observados nos últimos dias. No entanto, as chuvas fortes devem retornar a partir da próxima segunda (23/1). É esperado que até o final do mês de janeiro o município enfrente novos temporais.

 

The post Campinas decreta estado de emergência após estragos causados por chuvas first appeared on Metrópoles.