Ciro Gomes chama invasões em Brasília de “absurdos” e cobra punição

0

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), candidato às eleições presidenciais de 2022, chamou os ataques à sede dos poderes em Brasília, neste domingo (8/1), de “absurdos”. O pedetista defendeu que se tratam de atos injustificáveis e cobrou a punição dos extremistas bolsonaristas responsáveis pelos atos de vandalismo.

Apoiadores extremistas de Jair Bolsonaro (PL) invadiram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF) nesta tarde.

“Absurdos os ataques acontecidos neste domingo, em Brasília. Que se identifiquem e sejam punidos os vândalos e, principalmente, seus patrocinadores”, escreveu o ex-presidenciável.

Ele emendou que tem “enorme preocupação com a profunda divisão do País, mas nada justifica os graves crimes que estão cometendo”.

Confira:

Invasão

Aos gritos de “faxina geral” e ao som do Hino Nacional, bolsonaristas ocuparam a Esplanada dos Ministérios, na tarde deste domingo (8/1), em protesto contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições 2022.

Por volta das 14h40, extremistas invadiram o Congresso Nacional sob uma chuva de bombas de gás lacrimogênio. Em seguida, conseguiram passar pelas barricadas da Polícia Militar do Distrito Federal e entrar no Palácio do Planalto, sede da Presidência da República.


Publicidade do parceiro Metrópoles 1


Publicidade do parceiro Metrópoles 2


0

O último alvo dos manifestantes extremistas foi o Supremo Tribunal Federal (STF). O prédio do órgão do Judiciário foi invadido por volta das 15h45.

“Deus está do nosso lado e vai jogar todo o gás pra eles de volta”, disse um dos manifestantes enquanto tentava invadir a Corte. “A polícia está com nós. A PM liberou para gente ficar aqui”, afirmou um bolsonarista.

The post Ciro Gomes chama invasões em Brasília de “absurdos” e cobra punição first appeared on Metrópoles.