Com “Agenda Verde”, Tarcísio exibe em Davos contraponto a Bolsonaro

0

São Paulo – O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) vem promovendo uma “Agenda Verde” em sua passagem pelo Fórum Econômico de Davos, na Suíça, focada em atrelar pautas sustentáveis ao governo de São Paulo.

“A Agenda Verde que o governo apresentará em Davos é focada na transição energética, hidrogênio verde e etanol de segunda geração. Com isso, o estado busca fortalecer ainda mais a matriz energética de São Paulo, que é a mais limpa do Brasil e uma das mais limpas do mundo, com cerca de 60% de participação de fontes renováveis”, diz uma nota enviada pelo governo estadual.

Tarcísio desembarcou em Davos nessa segunda-feira (16/1) com encontros ligados à pauta do meio ambiente já marcados na agenda: o primeiro deles, ainda ontem, com Simon Stiell, secretário executivo da Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas (UNFCCC).

Já na quinta-feira (19/1), conforme divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo, ele deve se encontrar com Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos (1993-2001) e ativista ambiental. Al Gore venceu o prêmio Nobel da Paz em 2007 pelo trabalho no combate ao aquecimento global.

Em 2006, Al Gore lançou “Uma Verdade Inconveniente”, no qual apresenta uma série de evidências sobre o impacto das ações humanas no aquecimento global. O trabalho venceu o Oscar de melhor documentário de longa-metragem.

A agenda do governador de São Paulo segue um rumo contrário daquele que foi pregado pelo seu padrinho político, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que ameaçou romper com o Acordo de Paris.

O próprio Al Gore, sem citar Bolsonaro diretamente, disse que o Brasil escolheu “parar de destruir a Amazônia” após o segundo turno das eleições de 2022. Ele também não citou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas aludiu à derrota de Bolsonaro nas urnas.

Desde que foi eleito e Bolsonaro derrotado, Tarcísio vem gradualmente se descolando do ex-presidente, responsável por lançar sua candidatura ao Palácio dos Bandeirantes em 2022.

Em dezembro, ainda antes da posse, o governador afirmou em entrevista nunca ter sido “bolsonarista raiz” e, na última semana, teve dois encontros com Lula em Brasília – em um deles, os dois posaram juntos para uma foto.

Encontro de Bolsonaro e Al Gore

Um diálogo entre Al Gore e Bolsonaro foi revelado pelo documentário alemão “O Fórum”, que retrata os bastidores do Fórum Econômico de Davos em 2019, primeiro ano do governo bolsonarista.

Na conversa, intermediada pelo então chanceler Ernesto Araújo, Al Gore diz a Bolsonaro estar “profundamente” preocupado com a questão do desmatamento na Amazônia. O ex-presidente brasileiro disse em resposta que gostaria de explorar a floresta junto dos EUA.

“Eu não entendi o que você quis dizer”, declarou Al Gore na sequência.

The post Com “Agenda Verde”, Tarcísio exibe em Davos contraponto a Bolsonaro first appeared on Metrópoles.