De virada, Corinthians bate o Guarani e lidera grupo no Paulistão

0

O Corinthians levou um susto ao sofrer um gol com 58 segundos de jogo, mas teve forças para reagir e venceu o Guarani nesta terça-feira (24/1), por 2 x 1, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Paulista. Com o triunfo, o time do Parque São Jorge chega aos sete pontos e passa a ocupar a liderança provisória do Grupo C. Já o Guarani perde a chance de tomar o primeiro lugar do São Paulo e segue com quatro pontos no segundo posto do Grupo B.

Róger Guedes na primeira etapa, e Fábio Augusto, no segundo tempo, marcaram os gols da vitória corintiana enquanto Bruninho descontou para o Guarani. Os dois times voltam a campo pelo Campeonato Paulista no final de semana. No sábado, o Guarani viaja até Ribeirão Preto para enfrentar o Botafogo no sábado. Já o Corinthians faz o clássico da rodada encarando o São Paulo no domingo, no estádio do Morumbi.

Na partida, o Guarani balançou a rede com menos de um minuto. Diogo Mateus avançou pela direita e fez o cruzamento na pequena área. Nicolas Careca não conseguiu finalizar e Bruninho, pelo lado esquerdo, esperou Cássio sair para chutar no canto e fazer 1 x 0.

Tão surpreendente como o gol relâmpago, foi o lance protagonizado pelo juiz Luiz Flávio de Oliveira, também no começo da partida. Ao acompanhar mais um ataque em profundidade do time de Campinas, o árbitro tropeçou e acabou levando um tombo na altura do meio de campo.

Apesar da desvantagem no primeiro lance de ataque do Guarani, o Corinthians logo se reorganizou. Renato Augusto deu objetividade ao meio-campo e Adson e Róger Guedes confundiram a defesa adversária buscando sempre os deslocamentos. Aproveitando as beiradas do campo, os espaços foram aparecendo, e com 20 minutos de confronto, o time do técnico Fernando Lázaro já tinha arriscado três finalizações perigosas.

A substituição forçada de Maycon, que sentiu lesão muscular na perna esquerda, por Roni, aos 25 minutos, não alterou o panorama Com Yuri Alberto atraindo a marcação, Róger Guedes encontrou espaços para abrir o jogo pelo lado esquerdo. Sem conseguir encaixar a marcação, o Guarani recuou e viu a pressão dos mandantes aumentar.

Com chutes de meia distância e jogadas de linha de fundo, os corintianos foram ameaçando seguidamente a meta de Maurício Kozlinski.

De tanto insistir, o Corinthians conseguiu o empate em grande estilo. Na inversão de jogada iniciada por Fagner, Renato Augusto tocou de primeira para Róger Guedes. Na pequena área, o camisa dez só completou para as redes e deixou tudo igual: 1 x 1, aos 46 minutos.

Na volta do intervalo, Fernando Lázaro apostou em um time com mais criatividade ao optar por Giuliano na vaga de Du Queiroz. E logo aos seis minutos, a substituição mostrou resultado. O próprio Giuliano trocou passes com Fagner e cruzou. Yuri Alberto desviou de cabeça e Fábio Santos, num lance de oportunismo, mergulhou de cabeça para virar o jogo: 2 x 1.

Com a vantagem, o Corinthians passou a tocar a bola e diminuiu o ritmo. O Guarani adiantou a sua marcação e bem que tentou forçar as jogadas de ataque, mas de fato, pouco ameaçou.

Com o fim da partida se aproximando, a estratégia dos visitantes foi alçar bola na área corintiana. Aos 36 minutos, o empate quase aconteceu em dois lances. Primeiro Jenison chutou para a defesa de Cássio. Na sequência, Rafael foi bloqueado por Giuliano no momento do arremate.

Depois de administrar o jogo com certa tranquilidade durante a maior parte do tempo, o final da partida foi tenso, com o Guarani buscando o ataque e o Corinthians todo fechado tentando garantir o 2 x 1. Na base do sufoco, os corintianos conseguiram segurar o ímpeto do rival garantiram a vitória diante de sua torcida

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 x 1 GUARANI

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Balbuena, Gil e Fábio Santos; Du Queiroz (Giuliano), Maycon (Roni), Adson (Cantillo) e Renato Augusto; Yuri Alberto (Romero) e Roger Guedes. Técnico: Fernando Lázaro.

GUARANI – Maurício Kozlinski; Diogo Mateus, Lucão, Luciano Castán e Jamerson; Alan Santos (Neilton), Leandro Vilela e Richard Rios; Bruno Michel (Rafael), Nicolas Careca (Jenison) e Bruninho (Wenderson). Técnico: Mozart.

GOL – Bruninho, aos 58 segundos e Róger Guedes aos 46 minutos do primeiro tempo. Fábio Santos, aos 6 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Leandro Vilela (Guarani).

ÁRBITRO – Luiz Flávio de Oliveira (SP).

RENDA – R$ 2.335.445,00.

PÚBLICO – 39.216 pagantes.

LOCAL – Estádio Neo Química, em São Paulo (SP).

The post De virada, Corinthians bate o Guarani e lidera grupo no Paulistão first appeared on Metrópoles.