“Errei redondamente”, diz Marco Aurélio sobre avaliar Moraes como boa escolha

0

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello voltou atrás e disse que errou “redondamente” quando elogiou, em 2017, a indicação de Alexandre de Moraes para integrar a Suprema Corte.

Marco Aurélio disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes, que seu ex-colega “realmente não vem contribuindo para a paz social” e ressaltou “olha que o conheço há muitos anos”.

O ministro aposentado foi além e disse que estava enganado ao elogiar a escolha de Alexandre de Moraes para Corte em 2017.

“Na época da queda do avião em que faleceu o ministro Teori Zavascki, fui questionado por jornalistas quanto ao que se faria, como seria preenchida a cadeira, e disse que o presidente Michel Temer tinha um homem talhado para a cadeira: foi professor universitário, foi do Ministério Público, foi secretário de Segurança Pública do prefeito [Gilberto] Kassab e do governador Geraldo Alckmin, ministro da Justiça. Vejo que errei redondamente.”

Sobre os atos terroristas do último domingo (8/1), Marco Aurélio Mello afirmou ser contra o afastamento do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB-DF), e disse que se ainda fosse ministro não endossaria o que ele chamou “de ato de força”.  O plenário do STF formou maioria e manteve a decisão contra governador do DF nesta quarta-feira (11/1).

Marco Aurélio também criticou a prisão dos extremistas que estavam acampados em frente ao quartel-general do Exército em Brasília. Segundo ele, apenas os terroristas que depredaram a Praça dos Três Poderes deveriam ter sido presos.

“Não viveremos dias melhores no Brasil com atos de força, que não tivemos sequer na época do regime de exceção. Vamos marchar com temperança”, complementou o ex-ministro da Corte.

The post “Errei redondamente”, diz Marco Aurélio sobre avaliar Moraes como boa escolha first appeared on Metrópoles.