Expert em reputação diz que realeza destruiu “jogo” de Harry e Meghan

0

Um dos lemas da falecida rainha Elizabeth à frente da monarquia era ficar calada diante das polêmicas relacionadas aos integrantes da dinastia Windsor. A família real não respondeu às reivindicações bombásticas lançadas na série documental de Harry e Meghan na Netflix e no livro de memórias do príncipe. Segundo um especialista em reputação, a realeza britânica “puxou a venda” e destruiu o “plano de jogo mal concebido” dos duques de Sussex ao ficar em silêncio.

Tanto na autobiografia quanto no seriado da Netflix, o príncipe Harry disparou acusações graves contra os parentes, a exemplo do pai, o rei Charles; da madrasta, a rainha consorte Camilla Parker; do irmão, William; e da cunhada, Kate Middleton. Uma quinzena se passou desde o lançamento do livro Spare e, até então, nem o Palácio de Buckingham — sede da monarquia britânica — nem o Palácio de Kensington disseram algo a respeito das declarações do duque de Sussex.


Publicidade do parceiro Metrópoles 1


Publicidade do parceiro Metrópoles 2


0

Especialista em relações-públicas, reputação e gerenciamento de crises, Edward Coram-James avaliou o posicionamento da família real após as acusações dos duques de Sussex. Em entrevista ao portal britânico Express, o expert comentou sobre a realeza ter um “forte plano de jogo” e estar preparada para receber as queixas de Harry. O RP aproveitou o espaço para defender a tese de que a estratégia do casal em “jogar tudo no ventilador” foi “mal concebida”.

“O que a família real deve fazer em resposta a essas reivindicações? Em uma palavra: nada. Eles fecharam a cortina”, iniciou Coram-James. Em seguida, o especialista em relações-públicas continuou: “O maior erro que eles poderiam cometer seria responder a qualquer uma das alegações. Elas simplesmente não são sérias o suficiente para justificar a quebra de seu código de silêncio de longa data”, defendeu.

Foto colorida de mulher parda, abaixada e sorridente ao lado de homem branco, ruivo e sorridente. Bandeiras do Reino Unido estão na foto - Metrópoles
Meghan e Harry fizeram alegações graves sobre os membros da realeza na série documental da Netflix

Segundo o profissional, a realeza responder aos ataques lançados pelo príncipe e romper com o protocolo de silêncio “implicaria em culpa”. “Ficar calado dá um ar de maturidade e de ficar acima da briga”, destaca. Na avaliação de Edward Coram-James, a família real sempre teve um “plano de jogo”, enquanto Harry e Meghan costumavam, às vezes, se desviar da estratégia.

O profissional em gerenciamento de crises leu a autobiografia de Harry. Conforme ressaltou o expert em RP, o duque de Sussex sofreu apenas “uma leve contusão” e “nunca chegou perto de receber nenhum golpe nocaute”, razão para a família real respirar aliviada futuramente.

“Tudo vai acabar em breve, à medida que o ciclo de notícias avança e as notícias de hoje se tornam velhas. Talvez sintam que as revelações de Harry não foram tão condenatórias quanto eles inevitalmente se prepararam”, ponderou na entrevista.

O princípe Harry, um homem branco e jovem, de cabelo liso ruivo, ao lado da esposa, a atriz Meghan Markle. Ela é uma mulher jovem negra, de cabelo castanho longo. Eles cumprimentam pessoas que passam pela rua. Na frente do casal está o rei Charles, um homem velho e branco, de cabelos curtos brancos. - Metrópoles
Segundo o especialista em reputação, a família real seguiu o plano correto ao não comentar as acusações de Harry

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

The post Expert em reputação diz que realeza destruiu “jogo” de Harry e Meghan first appeared on Metrópoles.