Janeiro Branco: Anápolis promove cuidados com saúde mental

0

Goiânia – Criada em 2014, a campanha Janeiro Branco alerta a população para os cuidados com a saúde mental a partir da prevenção das doenças decorrentes do estresse, incluindo os transtornos mentais mais comuns, como depressão, ansiedade e pânico. O município de Anápolis, a 55 km da capital goiana, realizará ações ao longo do mês chamando a atenção para a importância do assunto.

A abertura acontece nesta quinta-feira (5/1) no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Vidativa III, das 9h às 12h, e a programação se estende para outros pontos da cidade ao longo do mês.

Na ocasião serão realizadas atividades individuais e coletivas de conscientização e prevenção à saúde mental, como palestras e oficinas voltadas aos pacientes, familiares, comunidade e profissionais de saúde. “Nosso objetivo com o Janeiro Branco é convidar as pessoas a pensarem sobre suas vidas, seu sentido e propósito, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e sobre os seus comportamentos”, relata o gerente de Saúde Mental, Marco Aurélio Lima.

No dia 12, palestras e oficinas serão realizadas no CAPS Crescer com estratégias de prevenção e cuidado específicas para o público infantil. Já no dia 18 acontece a 1ª Caminhada da Saúde Mental de Anápolis, das 16h às 18h, no Parque Ipiranga. A finalidade é unir a população aos usuários da rede de saúde mental em torno da importância da causa.

O encerramento da campanha será no dia 31, das 8h30 às 12h, com uma atividade na Praça Bom Jesus, onde haverá ações de saúde e bem-estar, num trabalho conjunto entre as secretarias municipais e instituições parceiras. Além disso, durante todo o mês acontece o “Movimentando a Cidade”, com mobilizações em pontos de grande circulação ressaltando a importância da saúde mental.

Acolhimento

A rede de atenção à saúde mental de Anápolis é composta por três unidades do CAPS e o Espaço Florescer (Ambulatório Municipal de Saúde Mental), que trabalham mediante encaminhamento das unidades de saúde. O Centro de Apoio Psicossocial da Infância e da Adolescência (CAPSi Crescer) atende crianças e adolescentes (zero a 18 anos) que possuem algum tipo de transtorno mental. A unidade conta com psiquiatras, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Essa mesma equipe multidisciplinar é encontrada nos CAPS AD Viver, um serviço específico para o cuidado e atenção continuada às pessoas com necessidades em decorrência do uso de álcool e drogas. Já o Vidativa acolhe aqueles que possuem qualquer transtorno ou problema de saúde mental, a partir de 18 anos.

É importante ressaltar que os CAPS AD Viver e Vidativa funcionam 24h. O sistema foi implantado recentemente pela atual gestão para acolher os pacientes em momentos de crise. Também foi inaugurado o Espaço Florescer (Ambulatório de Saúde Mental) para pacientes infantis e adultos com transtornos classificados como leves e moderados.

Com informações da Prefeitura de Anápolis.

The post Janeiro Branco: Anápolis promove cuidados com saúde mental first appeared on Metrópoles.