Janja aponta estragos e itens faltando no Palácio da Alvorada

0

A primeira-dama Rosângela Lula da Silva, a Janja, mostrou os danos no Palácio da Alvorada encontrados pela equipe do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) depois que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) desocupou o local. “O que a gente percebe é que não teve cuidado, manutenção”, observou.

Em entrevista à GloboNews, Janja fez um passeio pela residência oficial e apontou, para a jornalista Natuza Nery, vidros de janelas rachados, sofás e tapetes rasgados e sujos, tetos com infiltração, tábuas soltas e quebras no piso. Uma série de móveis e obras de arte precisarão ser restaurados, por danos ou exposição indevida ao sol.

“Eu e o presidente Lula resolvemos que a gente só vai mudar quando tiver um inventário completo do que tem aqui dentro, de como foi entregue para a gente”, afirmou a primeira-dama. Antes mesmo da mudança, a intenção é realizar algumas obras para restaurar o espaço na área residencial do palácio.

Lula visitou o local na última terça-feira (3/1) e, de acordo com Janja, ficou mexido e “um tanto decepcionado” com o estado de conservação do Alvorada. Em mandatos anteriores, o petista havia plantado um pé de mandacaru que foi arrancado, o que decepcionou o presidente no retorno à residência oficial onde já viveu por oito anos, entre 2013 e 2010.

“Os móveis, os pés dos móveis que são de latão, não estão polidos. Os móveis não são os originais. A gente vai tentar recuperar isso. Ainda preciso fazer uma visita no depósito – a Presidência da República tem um depósito de móveis – e ver o que foi para lá. Tem muitos objetos que foram transportados de um lado para o outro, do Planalto para cá, daqui para o Jaburu. Então, a gente precisa localizar esses objetos”, descreveu Janja.

Veja as imagens:


Publicidade do parceiro Metrópoles 1


0

The post Janja aponta estragos e itens faltando no Palácio da Alvorada first appeared on Metrópoles.