Lauana Prado sobre feminejo: “Marília Mendonça ainda é a maior”

0

Lauana Prado lançou a primeira música de seu mais novo álbum audiovisual, Ao Vivo em Brasília, Tanto Faz. Porém, mais que a novidade, ela celebra a credibilidade e o lugar cativo que o sertanejo feminino conquistou nos últimos anos. Com referências como Inezita Barroso, Roberta Miranda e Marília Mendonça, ela comemora o caminho trilhado por artistas que vieram antes dela: “Sem essas meninas fazendo esse percurso, talvez eu não estivesse aqui”. 

Entre os nomes que criaram a base artística de Lauana, ela destaca a Rainha da Sofrência. “Marília é um ícone e sempre vai ser um ícone. Com certeza é a maior representante do nosso seguimento”, analisa a cantora. A artista defende ainda que hoje as mulheres representam o sertanejo de uma forma muito igualitária e não precisam mais ter um nome masculino associado a elas para ter mais força no mercado. 


Publicidade do parceiro Metrópoles 1


Publicidade do parceiro Metrópoles 2


0

No novo projeto, ela também foca em representar as mulheres, mas promete músicas para todos os gostos. “Eu quis, principalmente, dar voz aos sentimentos das mulheres, ao empoderamento feminino, cada vez mais necessário, e cada vez mais real na vida das mulheres. Fiz questão de representar isso de forma mais sincera, muitas vão se identificar.”

O primeiro single divulgado por Lauana é Tanto Faz, uma parceria com Xand Avião, que fala sobre relacionamentos sem rótulos definidos. Na letra, uma pessoa quer algo sério, enquanto a outra apenas busca uma relação mais solta. “É uma música que fala sobre um tema tratado com mais leveza hoje em dia e tem um mood mais Carnaval, Nordeste, verão, que combina com esse começo de ano”, pontua.  

The post Lauana Prado sobre feminejo: “Marília Mendonça ainda é a maior” first appeared on Metrópoles.