“Nem bronca nem puxão de orelha”, diz Rui Costa sobre 1ª reunião ministerial

0

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, afirmou nesta quinta-feira (5/1) que a primeira reunião ministerial do governo, marcada para esta sexta-feira (6/1), não terá tom de “bronca” nem “puxão de orelha”. Segundo ele, na ocasião, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai detalhar como quer que o primeiro escalão funcione.

“Não é um freio de arrumação, nem é bronca nem é puxão de orelha. É a primeira reunião. […] Ele [Lula] vai apresentar qual a expectativa dele, como ele quer que funcione, os fluxos, as prioridades, vai reforçar o entendendimtno do trabalho coletivo, do trabalho em equipe”, disse o ministro em entrevista à CNN Brasil.

A primeira reunião ministerial do governo Lula, marcada para começar às 9h30 desta sexta, terá entre as finalidades unificar o discurso da nova gestão e alinhar os anúncios ao Palácio do Planalto. Nas redes sociais, o presidente disse que o encontro “só tem horário para começar”.

O encontro, que contará com a presença dos 37 ministros, ocorrerá em meio a uma série de desentendimentos envolvendo o recém-escalado primeiro escalão do novo governo.

Reforma tributária

Na entrevista à CNN Brasil, o ministro da Casa Civil também defendeu a necessidade de uma reforma tributária.

Ao tomar posse na última quarta-feira (4/1), o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento e da Indústria, Geraldo Alckmin (PSB), disse que a reforma é “fundamental” no atual contexto econômico do país.

“Esse ano, nós queremos fazer um debate grande sobre reforma tributária, sobre um novo patamar fiscal para que a gente consiga aprovar no Congresso Nacional e fazer mais justiça fiscal, justiça tributária. No Brasil, se faz Robin Hood ao contrário, ou seja, você tira da população mais pobre e muito menos de quem é mais rico”, pregou Rui Costa.

Ministra do Turismo ligada à milícia

Rui Costa ainda comentou o caso da ministra do Turismo de Lula, Daniela do Waguinho (União), que protagonizou polêmicas durante a campanha para deputada federal pelo Rio de Janeiro e chegou, inclusive, a posar para uma foto ao lado de um miliciano condenado a 22 anos de prisão por homicídio.

Questionado se o presidente Lula estuda trocar o comando do Ministério do Turismo, Costa disse que “isso não está na agenda”.

“As fotos por si só não constituem nenhum ato que caracterize má conduta da ministra. Numa campanha eleitoral, muitas vezes, você tira fotos com muitas pessoas, com quem inclusive você nunca viu”, disse.

“Neste momento, não há nada relevante que justifique maiores preocupações em relação à ministra. Repito: isso não está na agenda do governo. A agenda é de colocar as coisas para funcionar”, prosseguiu.

The post “Nem bronca nem puxão de orelha”, diz Rui Costa sobre 1ª reunião ministerial first appeared on Metrópoles.