Pacheco após invasão do Congresso: “Atos devem sofrer rigor da lei”

0

O senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado e do Congresso Nacional, afirmou, neste domingo (8/1), que está em contato com o governador Ibaneis Rocha para controlar a invasão ao prédio.

De acordo com o senador, as forças de segurança do DF e a Polícia Legislativa do Congresso Nacional estão “empenhadas” para controlar a situação.

Veja:

Manifestantes bolsonaristas invadiram os prédios do Congresso Nacional e do Palácio do Planalto na tarde deste domingo, em meio a uma série de confrontos com a polícia.

O grupo chegou à sede do Poder Legislativo depois de deixar o Quartel General do Exército e marchar pela Esplanada dos Ministérios.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) disparou bombas de gás para conter os manifestantes, que ocuparam as cúpulas do prédio.

Confira:


Publicidade do parceiro Metrópoles 1


Publicidade do parceiro Metrópoles 2


Publicidade do parceiro Metrópoles 3


0

Atos antidemocráticos

Brasília amanheceu com policiamento reforçado neste domingo. O maior fluxo de forças de segurança se encontra nas proximidades da Esplanada dos Ministérios.

Ao longo da última semana, bolsonaristas convocaram um ato na capital da República, sem aval da Segurança Pública do DF. O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), disse nesse sábado (7/1) à coluna Grande Angular, do Metrópoles, que as manifestações estaria, liberadas desde que ocorressem de maneira “pacífica”.

The post Pacheco após invasão do Congresso: “Atos devem sofrer rigor da lei” first appeared on Metrópoles.