Reservas surpreendem, Palmeiras bate Ituano e abafa críticas

0

Focado na Supercopa do Brasil, o Palmeiras levou a campo nesta quarta-feira (25/1) o time reserva para enfrentar o Ituano, no Estádio Novelli Júnior. O resultado foi melhor do que o esperado, com vitória tranquila por 3 x 1. Os suplentes fizeram em um jogo mais gols do que os titulares nas três partidas iniciais pelo Campeonato Paulista.

Com o resultado e o desempenho, os reservas mostram seu potencial ao técnico Abel Ferreira. A vitória também serve para elevar o moral do elenco, que tem sido constantemente criticado por uma parcela da torcida pela falta de jogadores de renome no banco de reservas.

Controlando a posse de bola desde os primeiros movimentos, o Palmeiras apostou em jogadas rápidas e rasteiras pelo lado esquerdo. Na direita, sob a regência de Bruno Tabata, a opção invariavelmente era por cruzamentos para a grande área. Os passes velozes mostraram que, apesar de pouco utilizados, os reservas estavam bem entrosados.

Aos poucos, o Ituano conseguiu administrar o ímpeto ofensivo dos palmeirenses e equilibrou o jogo. A equipe rubro-negra se postava de maneira compacta, distante do gol adversário, apostando em ganhar dos zagueiros na velocidade. Assim, começou a levar mais perigo à meta defendida por Marcelo Lomba.

Apesar da melhora, o Ituano se desequilibrou na defesa. Mayke roubou a bola no campo de ataque, triangulou com Flaco López e Rafael Navarro e recebeu a devolução em velocidade nas costas da marcação pela direita. O lateral cruzou na medida, rasteiro, para a pequena área. Navarro se esticou todo para desviar a bola e marcar o primeiro do Palmeiras no jogo, aos 29 minutos.

Muito criticado e cercado de desconfiança junto à torcida, o atacante não balançava as redes há quase nove meses, um total de 30 jogos. O último gol de Navarro havia sido anotado na vitória sobre o boliviano Independiente Petrolero, pela Libertadores, em 3 de maio de 2022.

O Ituano não conseguiu se reencontrar após o Palmeiras inaugurar o placar. Navarro e Flaco López ainda desperdiçaram boas chances de ampliar o marcador ainda no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Ituano se mostrou mais valente e fez o Palmeiras provar do próprio veneno. Aos 7 minutos, em jogada muito semelhante à do gol alviverde, Paulo Victor escapou pela ponta direita e cruzou para Eduardo Person completar e empatar o jogo em Itu.

Aos 23, o Palmeiras chegou a marcar em um bate rebate após cobrança de escanteio, mas o juiz flagrou um toque de mão do volante Jailson e anulou o tento. O lance, porém, animou os jogadores alviverdes, que avançaram as linhas em busca do segundo gol.

Pouco tempo depois, aos 27, em nova cobrança de escanteio, o Palmeiras se colocou novamente à frente do placar com um gol contra. A bola foi erguida no meio da grande área, o volante Lucas Siqueira tentou tirar de cabeça, mas a bola bateu em seu braço e foi direto para as redes.

Bruno Tabata iniciou a partida puxando para si a organização das jogadas ofensivas do time. O protagonismo foi premiado. López sofreu pênalti, Tabata pediu para cobrar, bateu forte, no meio do gol, anotando o terceiro do Palmeiras no jogo. Com o placar favorável, Abel Ferreira decidiu promover a estreia de alguns atletas na temporada: o uruguaio Miguel Merentiel, além dos jovens Fabinho, Giovani e Jhon Jhon.

O Palmeiras agora volta por completo suas atenções para a final da Supercopa do Brasil. Em busca do primeiro título do torneio e como campeão brasileiro, o time alviverde mede forças com o Flamengo, vencedor da última edição da Copa do Brasil. A partida de sábado, 16h30, será disputada no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

O Ituano, por sua vez, tem mais um desafio pelo Campeonato Paulista no fim de semana. No domingo, às 16h, visita a Inter, em Limeira.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 1 x 3 PALMEIRAS

ITUANO – Jefferson Paulino; Raí Ramos, Rafael Pereira (Frazan), Bernardo Schappo e Mário Sérgio; Lucas Siqueira, Eduardo Person (Andrey Quintino) e José Aldo (Marcelo Freitas); Yago (Felipe Saraiva), Paulo Victor (Rafael Carvalheira) e Quirino. Técnico: Carlos Pimentel.

PALMEIRAS – Marcelo Lomba; Mayke, Luan, Kuscevic e Vanderlan; Jaílson, Atuesta (Fabinho) e Bruno Tabata (Jhon Jhon); Breno Lopes (Garcia), Rafael Navarro (Giovani) e Flaco López (Miguel Merentiel). Técnico: Abel Ferreira.

GOLS – Rafael Navarro, aos 29 minutos do primeiro tempo; Eduardo Person, aos 7, Lucas Siqueira (contra), aos 27, e Bruno Tabata, aos 36 do segundo.

ÁRBITRO: Thiago Luís Scarascati.

CARTÕES AMARELOS: José Aldo e Felipe Saraiva (Ituano) e Flaco López e Vanderlan (Palmeiras).

PÚBLICO – 10.169 torcedores.

RENDA – R$ 678.770,00.

LOCAL – Estádio Novelli Júnior, em Itu.

The post Reservas surpreendem, Palmeiras bate Ituano e abafa críticas first appeared on Metrópoles.