Título de cidadão honorário a Pele foi barrado duas vezes na CLDF

0

Em 1997, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) ensaiou a concessão do título de cidadão honorário de Brasília para Edson Arantes do Nascimento, o legendário Pelé. Mas a homenagem foi anulada por um grupo de parlamentares, já que na época o ex-jogador não reconheceu a paternidade de uma filha.

O projeto foi apresentado em 1996 pelo então deputado distrital Renato Rainha (PL), atualmente conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF). A proposta chegou a tramitar na Casa. No entanto, nos bastidores, a polêmica sobre a paternidade não reconhecida dinamitou a chance de aprovação em plenário.

O projeto chegou a ir para votação, mas foi recusado. A repercussão negativa nacional e internacional inviabilizou a entrega do título. Foi uma das raras vezes em que uma homenagem foi barrada. Em conversa reservada, alguns parlamentares daquela legislatura, consideram que a Casa errou.

Durante a década de 1990, a ex-vereadora Sandra Nascimento entrou na Justiça para ser reconhecida como filha de Pelé. Em 1996, o processo chegou ao fim e a paternidade acabou sendo confirmada.

A filha faleceu em 2006, aos 42 anos, por câncer de mama. Até hoje, Pelé é fortemente criticado por não ter ido visitar Sandra mesmo após pedidos feitos no leito de morte.

Copa de 2014

Em 2013, o ex-deputado distrital Israel Batista (PV) apresentou nova proposta de homenagem à Pelé. A ideia era conceder o título antes da Copa do Mundo do Brasil, em 2014. No entanto, o projeto não conseguiu tramitar a tempo para a competição, que acabou e o título ficou no “banco”.

Na sexta-feira (6/1), o deputado distrital Pastor Daniel de Castro (PP) protocolou mais um projeto para concessão do título de cidadão honorário para o ex-jogador. Segundo o parlamentar, a homenagem merece ser concedida em “face dos relevantes serviços prestados por Pelé, nos campos esportivos, social, cultural e político”.

Pelé é considerado o melhor jogador de futebol da história, morreu em 29 de dezembro, aos 82 anos. Desta vez, pelo menos nos bastidores, o clima é favorável para a aprovação do título de cidadão honorário de Brasília um dos poucos, talvez o único que o “Rei” não conquistou, ainda.

The post Título de cidadão honorário a Pele foi barrado duas vezes na CLDF first appeared on Metrópoles.