MC Livinho diz ter sido vítima de racismo após ser proibido de viajar

0

MC Livinho diz ter sido vítima de racismo após não conseguir embarcar em um cruzeiro no último domingo (5/3). O cantor, que estava acompanhado por sete amigos, afirmou que todos foram impedidos de subir na embarcação por conta do preconceito racial da empresa responsável pela viagem.

Ele afirma que pediram teste de covid-19 de última hora, o qual foi realizado no porto de Santos, e um dos amigos dele, Natanael André, testou positivo. Por isso, todos foram proibidos de embarcar. Porém, em novo teste realizado nesta segunda-feira (6/3), o resultado do rapaz foi negativo.


Publicidade do parceiro Metrópoles 1


0

“Preconceituosos e racistas. Maior falta de respeito com a gente ontem. Éramos oito pessoas. Tava todo mundo feliz com essa viagem. Vocês nos colocaram no aleatório e forjaram o teste de covid. Ninguém tinha falado para nós que tinha de fazer teste de covid para viajar. Quando chegamos, fomos na boa fé e fizemos o teste de covid, deu que um de nós tinha covid. O moleque foi no posto hoje e deu negativo para a covid. Era para a gente estar viajando”, disse Livinho em desabafo.

Posicionamento da empresa

Em nota oficial, a Costa Cruzeiros afirmou que os passageiros impedidos de embarcar serão reembolsados com créditos para escolher um novo cruzeiro em data futura. “Como o passageiro positivado chegou ao porto de Santos na mesma van que o MC Livinho e amigos, e estavam em contato próximo, por medida de segurança todos foram impedidos de embarcar.”

A empresa também fortaleceu que não compactua com atitudes preconceituosas. “A Costa Cruzeiros esclarece que repudia qualquer tipo de preconceito e não compactua com providências que ferem essa premissa. A diversidade é um dos pilares e valores da nossa empresa”, diz a nota.

The post MC Livinho diz ter sido vítima de racismo após ser proibido de viajar first appeared on Metrópoles.