Advogado de Michelle Bolsonaro deixa caso das joias sauditas

0

O advogado Daniel Bialski deixou, nesta terça-feira (22/8), a defesa da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro no caso das joias sauditas. Ao Metrópoles, o advogado afirmou que esta foi uma decisão pessoal de Michelle e do ex-presidente Jair Bolsonaro.

“Tenho que respeitar”, disse.

De acordo com ele, os advogados de Bolsonaro agora farão a defesa conjunta de ambos.

Em nota enviada à imprensa, Bialski afirmou: “Informo que de comum acordo com os interesses da ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro, deixarei de patrocinar sua defesa no Inquérito nº 4.874/DF (Pet.11645), justamente porque os advogados que atualmente representam o Ex-Presidente Jair Bolsonaro poderão e a representarão habilmente, daqui por diante, neste caso”.

O inquérito em questão é o que apura a existência de milícias digitais que defendem a ruptura democrática. O caso das joias e do desvio de presentes dados por autoridades estrangeiras a Bolsonaro estão no âmbito deste mesmo inquérito.

Michelle contratou um advogado depois que a Polícia Federal pediu a quebra de sigilos fiscal e bancário da ex-primeira-dama. Na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, acatou o pedido e autorizou a quebra.