Larissa Manoela era enganada e tinha apenas 2% de sociedade com os pais

0

A crise da família de Larissa Manoela ganhou novas camadas na noite deste domingo (13/8). A atriz conversou com o Fantástico sobre o caso e fez algumas revelações polêmicas, entre elas a de que foi enganada pelos pais, Silvana Taques e Gilberto Santos, sobre a porcentagem que detinha de uma das empresas das quais os três eram sócios. 

Larissa explicou que procurou um escritório de advocacia para conferir os contratos das três empresas. A mais antiga delas, Dalari, foi criada para gerir a carreira da artista em 2014, quando ela tinha 13 anos. 


0

De acordo com uma conversa com Silvana, gravada pela jovem, os três teriam cotas iguais na sociedade, de 33%. Mas a eterna Maria Joaquina, de Carrossel, descobriu que foi enganada. 

“Eu descobri que essa porcentagem não estava no papel como me era alegado em conversas. [Era] 2%”, detalhou, enquanto os pais ficavam com os 98% que sobravam.

Uma segunda empresa foi aberta em 2020, quando Larissa Manoela tinha 19, e pertencia integralmente à ela. No entanto, uma cláusula contratual autorizava Silvana Taques e Gilberto Santos a tomar decisões sem consultar a proprietária.

“Eu era a única sócia, mas eles eram 100% administradores dessa empresa. Então, por isso que eu era só comunicada. Eles podiam decidir, assinar e se comprometer por mim”, afirmou.

Ela garantiu ainda que uma terceira empresa foi aberta para reunir todo o patrimônio que conquistou na carreira de quase 20 anos. Mas nada foi transferido.

Rompimento de Larissa Manoela com os pais

A atriz contou ainda que tentou chegar a um acordo e ofereceu a divisão de sociedade meio a meio para eles, mas os pais pediram um extra de 6% em cima da renda da filha. O valor funcionava como uma espécie de mesada e seria pago pelos próximos 10 anos. Foi quando ela decidiu assumir a gestão da própria carreira. 

A mudança implicou também na decisão de dar todo o patrimônio dela, estimado em R$ 18 milhões, a Silvana e Gilberto. ‘A minha decisão de abrir mão de todo o meu negócio é porque eu tenho a plena certeza de que o meu caminho, ele vai me trazer grandes conquistas. Eu tenho só 22 anos. Eu tenho a plena consciência de que essa minha escolha é pra dar o conforto necessário para os meus pais.”

Respostas

Em nota, representantes de Silvana e Gilberto acusaram Larissa Manoela de faltar com a verdade, pois tinha conhecimento sobre a porcentagem que tinha na sociedade da empresa Dalari. Eles também garantiram que ela tinha dinheiro e sempre utilizou cartões de crédito para comprar o que desejava.